segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Livros infantis e brinquedos pedagógicos em tecidos .

Eu adorei estes brinquedos pq tem a possibilidade de confeccionar até com ajuda da criança e pra quem trabalha com isso, vende o ano inteiro nos aniversários. Imagina nestes dias de chuvas com as crianças em casa, bem que eu queria uns brinquedos destes. Um brinquedo destes ensina a criança a ser organizada pq tem que guardar todas as partes do brinquedo senão perde a função do jogo.

Brinquei tanto de cara de batata com meus filhos, colocava os bigodes, óculos, este livrinho de tecidos e feltros com velcros é uma idéia
Meu neto quando não queria tomar banho, comprei peixinhos de plásticos e colocava num balde dentro do box, a coisa funcionava muito bem.
Gostei bastante da minhos, essa minhoca deve ter algum velcro para colar nos peixinhos. Cadê o Nemo?
Com certeza no final da pescaria brincaria de fritar os peixinhos, rs
Adorei as garagens pq os brinquedos ficam organizados
Meu netos estava soletrando e já lê algumas partes dos livros de estórias com 6 anos.
Para aprender a usar o relógio.
Aqui dá pra ver bem como é a confecção destes livros, como prender, o uso dos botões, cheio de detalhes.
Ecológicamente correto e ainda dá para guardar alguns brinquedos dentro do pneu.


Este tapete já está pronto para a brincadeira.


Fontes de imagens:
johnandjackidaley.blogspot.com
leafytreepspot.blogspot.com
etsy.com
refugecreative.blogspot.com
ripegreenideas.com
decorati0ns.net


Brinquedos e materiais pedagógicos nas escolas infantis

Tizuko Morchida Kishimoto Universidade de São Paulo
Correspondência:
Tizuko M. Kishimoto
Faculdade de Educação (EDM) – USP
Av. da Universidade, 308 – Bl. A
05508-900 – São Paulo – SP
e-mail: tmkishim@usp.br



Resumo

A identificação dos brinquedos e materiais pedagógicos e a caracterização de usos e significações para profissionais de educação infantil de São Paulo, que atuam com crianças de 4 a 6 anos, justificaram uma pesquisa tipo survey, acompanhada de recursos etnográficos (entrevistas, observações, vídeos), no período de 1996/1998.
Estudos mostram que, dentro de uma instituição infantil, a organização da rotina, o espaço físico, seus objetos e materiais educativos influenciam os usuários na representação, determinando, em parte, a maneira como adultos e crianças sentem, pensam e interagem nesse espaço, definindo formas de socialização e apropriação da cultura. Pretendeu-se diagnosticar, pela triangulação de informações de entrevista, observações e vídeos, as razões para escolha e uso de determinados brinquedos e materiais pedagógicos.
Os resultados indicam que a educação infantil da rede pesquisada apresenta concepções de criança – destituídas de autonomia – e de educação infantil voltadas para aquisição de conteúdos específicos. Os brinquedos e materiais pedagógicos mais significativos são os chamados educativos, materiais gráficos, de comunicação nas salas; e os de educação física, para o espaço externo. Brinquedos que estimulam o simbolismo e a socialização, como jogos de faz-de-conta, construção e socialização, aparecem com percentuais insignificantes, apontando o pouco valor da representação simbólica e do brincar.

Palavras-chave

Brinquedos – Materiais pedagógicos – Educação infantil – Cultura escolar.

Vale a pena conferir aqui:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022001000200003



Jogo educativo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jogos educativos para além da parte lúdica, os videojogos educacionais facilitam e estimulam a aprendizagem
 através da interacção. 
Incitam à resolução dos problemas propostos permitindo ao utilizador raciocinar e estimular as suas capacidades 
cognitivas, literacia, assim como desenvolver a sua coordenação motora e reflexiva.
Jogos educativos são aqueles que estimulam e favorecem o aprendizado de crianças e adultos, através de um
 processo socialização que contribui para a formação de sua personalidade. 
Eles visam estimular o impulso natural da criança (e adulto) a aprender. Para isso, os jogos educativos 
mobilizam esquemas mentais, estimulam o pensamento, a ordenação de tempo e de espaço, ao mesmo 
tempo em que abrangem dimensões da personalidade como a afetiva, a social, a motora e a cognitiva. 
Eles também favorecem a aquisição de condutas cognitivas e desenvolvimento de habilidades como 
coordenação, destreza, rapidez, força e concentração.
A palavra jogo é originária do latimiocusiocare e significa brinquedo, divertimento, passatempo sujeito a 
regras, entre outros. 
De acordo com Leal (2005), o jogo é uma atividade lúdica em que crianças e/ou adultos participam de 
uma situação de engajamento social num tempo e espaços determinados, como características próprias 
delimitadas pelas próprias regras de participação na situação “imaginária”.
A maior parte dos jogos educativos é voltada para o público infantil.
 Existem dois grupos principais de jogos infantis: os de enredo e os de regras. 
Os jogos de enredo também são chamados de jogo imaginativo, de faz-de-conta, de papéis, simbólico ou 
sócio-dramático.
 Os jogos de enredo visam promover o desenvolvimento cognitivo e afetivo-social do jogador. 
Neles, as crianças se imaginam nos papéis dos adultos, representando a realidade que vivem, ou que 
gostariam de vivenciar.
 Um bom exemplo de jogo de regras é o xadrez. Nele, a situação imaginária está subentendida e as 
normas orientam a brincadeira. 
Os participantes ficam atentos a finalidade do jogo e no atendimento aos códigos por eles compartilhados.

[editar]

Referências

  • LEAL, Telma Ferraz. Jogos: alternativas didáticas para brincar alfabetizando 
  • (ou alfabetizar brincando?). In: Alfabetização: apropriação do sistema de escrita alfabética.
  •  Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
  • KISHIMOTO, Tizuko Morchida. O Jogo e a Educação Infantil. São Paulo: Pioneira, 1998.


9 comentários:

  1. Bom Dia Gil, Adorei essa ideia dos livrinhos, bem original...
    Gosto muito de brincar com as crianças, sempre estou em busca de opções diferente de brinquedo, didácticos, ecológicos e os antiguinhos.
    Otima dica, bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Gil, amei essas ideias e o bacana é que dá para por a mão na massa e construí-los, adoro o faça você mesma.
    O que os brinquedos podem ajudar o desenvolvimento das crianças é indiscutível.
    Adorei a ideia do pneu.

    Beijos
    Eli

    ResponderExcluir
  3. Oi Gil,
    lindos os livros em tecidos, deu vontade de fazer pelo menos o da garagem que me pareceu o mais fácil, rsrsrs, tenho certeza que as crianças vão adorar.
    Beijos
    Lola

    ResponderExcluir
  4. Mega legal!! Brincar assim é muito saudável
    bjs
    juliana

    ResponderExcluir
  5. Adoro as suas ideias. E tenho divulgado na escola. Esta, por exemplo é giríssima para a biblioteca, paraa atividade objetos que contam histórias. Não me importo nada que divulgue o meu trabalho, só tenho a agradecer a riqueza do seu blog, que nos permite seguir ideias tão fantásticas! Bjs

    ResponderExcluir
  6. ola Gil, tudo bom?
    Adorei as suas dicas, eu tenho um sobrinho de 4 anos que tem um livro com a estoria dos 3 porquinhos em tecido, veio de Portugal e é lindo, e ducativo e super estimulante..essas ideias que você trouxe são maravilhosas!!!!
    Um abração querida e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legais as ideias dos brinquedos.
      Vc. já tem neto??!!!
      Boa semana. Bjs

      Excluir
  7. MELHOR SITE DE VENDAS http://www.mercadozets.com.br/

    VENDE DE TUDO

    BRINQUEDO

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=brinquedo&IDCategoria=110

    VENDE DE TUDO TEM BERÇO ELETRONICOS CELULARES TV NOTEBOOK COMPUTADOR ACESSORIOS PARA CARROS BRINQUEDOS ARTIGOS INFANTIS E MUITO MAIS

    ResponderExcluir
  8. Oi amore adorei o seu blog e as suas idéias quanto ao livrinho infantil.
    Voce tem apostila desse livrinho?
    se tiver me mande um retorno no meu email por favor:
    mariabnabao@hotmail.com
    obrigada
    bjs
    Maria Nabão

    ..

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails